jusbrasil.com.br
18 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    OAB/RS homenageia advogados com a Comenda Osvaldo Vergara

    OAB - Seccional do Rio Grande do Sul
    há 10 anos

    Honraria será entregue em Sessão Magna no Dia do Advogado, 11 de agosto, no Teatro Dante Barone da Assembléia Legislativa.

    A Comenda Osvaldo Vergara, mais importante distinção prestada pela OAB-RS aos advogados e advogadas que por seu trabalho dignificam a classe profissional, será o destaque de sessão magna a ser realizada no Teatro Dante Barone da Assembléia Legislativa do Estado, no dia 11 de agosto, às 19h30min, alusiva ao Dia do Advogado.

    Serão homenageados os advogados: Airtom Pacheco do Amaral, Alceo Luiz Bordin, Carlos Alberto do Amaral, Carlos Franklin Paixão Araújo, Euclides Serápio Ferreira, Fernando Geraldo Mendes Cavalcanti, José Geraldo Louro Figueras, Luis Carlos Echeverria Piva, Luiz Juarez Nogueira de Azevedo, Magda Brossard Iolovitch, Maria Dinair Acosta Gonçalves, Maria Ubaldina Robalos, Natale Ferrari, Oswaldo de Lia Pires, Ruy Fernando Zoch Rodrigues, Salvador Horácio Vizzotto, Sandra Maria Rebelato, Silvio Ronaldo Santos de Moraes e Thiago Roberto David Sarmento Leite.

    O evento contará também com sessão de prestação de compromisso de novos advogados, sessão de jubilação e entrega da portaria de advogado emérito ao ex-presidente da OAB/RS Justino Albuquerque de Vasconcellos, além de um coquetel de confraternização, ao final.

    A partir desta quarta-feira e até a sexta-feira desta semana, o Jornal da Ordem apresentará um breve perfil dos homenageados. Para acessar a programação completa da Semana do Advogado, clique aqui.

    Carlos Alberto do Amaral

    Carlos Alberto do Amaral se formou em 1964 na UFRGS, e ainda estudante exercia a profissão como solicitador. Atuando na área de Direito Comercial e eventualmente na Área Cível, Amaral lembra que umas das indicações que lhe fizeram escolher a advocacia como profissão foi a afinidade com a escrita e a aptidão para argumentação. "Gosto muito de escrever. Gosto dos clássicos para a área humanística, da literatura, e isso me influenciou muito, pois no desenvolver da profissão escrevo muito e naturalmente, sempre fui polêmico e nunca gostei de perder as discussões" .

    O advogado também relata que já atuou como radialista, jornalista, professor em universidades, já exerceu cargos públicos, mas ressalta: "a minha vida é o Direito". Muito honrado, Amaral salienta que se sente muito orgulhoso em receber a Comenda Oswaldo Vergara: "Trabalhei a minha vida toda com lisura e dedicação e esta é a maior honraria que já recebi em minha profissão".

    Luiz Juarez Nogueira de Azevedo

    Luiz Juarez Nogueira de Azevedo graduou-se em 1964 pela Faculdade de Direito da Universidade de Passo Fundo. Azevedo vem atuando na Área Cível, com prioridade para questões de responsabilidade civil, direito empresarial e direito público, especialmente administrativo e constitucional.

    O advogado lembra que escolher a advocacia foi como um sonho: "Poder ajudar na construção de um mundo melhor, com justiça, dignidade e oportunidade para todos, era meu objetivo principal".

    Azevedo afirma sentir-se envaidecido em receber a comenda Oswaldo Vergara. "Trata-se de uma distinção que premia meus esforços e minha luta pelo Direito e pela Justiça que dura mais de quarenta anos" relata o profissional.

    Maria Dinair Acosta Gonçalves

    Natural de Santana do Livramento, Maria Dinair Acosta Gonçalves se formou em Direito em 1974, na PUCRS. Fez especialização em Metodologia do Ensino Superior na UFRGS e tem mestrado em Direito na PUCRS.

    Defensora pública concursada, trabalhou na área criminal, principalmente nas Varas Criminais e de Trânsito. Como professora, lecionou na PUCRS, na Unisinos e na Academia de Polícia Militar, entre outras instituições de ensino.

    Após aposentar-se, Maria Dinair começou a dedicar-se à defesa da criança e do adolescente, tendo, inclusive, participado da elaboração da Lei 8069 , o ECA . Foi também diretora do Departamento de Direito da Criança e do Adolescente do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul, onde desenvolveu vários projetos buscando reintegrar o jovem à sociedade.

    Atualmente, leciona em Santa Maria e é presidente da Comissão Especial da Criança e do Adolescente da OAB/RS, tendo promovido ações como o Registro Tardio.

    Natale Ferrari

    Formado pela UFRGS em 1969, Natale Ferrari atua desde estudante quase que exclusivamente na área criminal, trabalhando, eventualmente, na área cível. O advogado se sente orgulhoso em receber a comenda depois de tantos anos de trabalho dedicados à advocacia e também à Ordem. "Sou daqueles que acham que quem se formou na UFRGS, uma universidade pública, deve dar a sua contribuição à sociedade", ressalta, e reforça que está bastante lisonjeado em receber a honraria: "vou pendurá-la na parede de meu escritório!".

    Salvador Horácio Vizotto

    Salvador Horácio Vizotto, filho de produtores rurais, veio de Restinga Seca à Capital para cursar Direito na UFRGS, onde se formou em 1965. "Naquela época, estava dividido entre o Direito, Engenharia e Medicina, porém, como os recursos da família eram poucos, optei pelo Direito, que tinha a opção de ser cursado no turno da noite, permitindo-me trabalhar durante o dia".

    Vizzotto, que atuou como solicitador nos tempos da faculdade, pretendia retornar a sua cidade natal após a formatura, mas sua atividade junto à procuradoria do município de Porto Alegre o manteve na capital. Em 1991, foi escolhido pelo Quinto Constitucional para ocupar uma das vagas de desembargador no TJRS, onde atuou até 1997, retornando para a advocacia.

    Vizzotto inaugurou a participação da família no mundo jurídico, que atualmente conta também com seus dois filhos advogados e um neto cursando Direito.

    "Sinto-me realizado", declarou Vizzoto, e complementou: "atuei na Ordem como corregedor, membro do TED e atualmente presido a 3ª Turma, acho importante colaborar com o meu trabalho em prol da classe".

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)